domingo, 28 de abril de 2013

CHOQUE ENTRE CARRETA E PALIO NA BR 364 DEIXA DOIS MORTOS

Publicado em 27/04/2013 16:02 h.

CHOQUE ENTRE CARRETA E PALIO NA BR 364 DEIXA DOIS MORTOS


O grave acidente acorreu por volta das 13h00 deste sábado na BR 364, ha 15 km de Ariquemes. Dois jovens seguiam em um veículo pálio sentido Ariquemes/Porto Velho quando o condutor tentou realizar uma ultrapassagem numa curva e bateu de frente em uma carreta Bitrem. O choque fez com que a carreta e o palio saíssem da pista. O caminhão estava carregado de madeira e após o choque ficou desgovernado e bateu em um barranco, toda a carga "correu" para cima da cabine matando na hora o motorista Aurimar Araújo da Silva, 32 anos, residente no estado do Acre. Os ocupantes do palio ficaram presos nas ferragens e foi preciso uma hora e meia de trabalho dos Bombeiros para retirá-los, o condutor do pálio foi identificado como Moisés Pedro Ribeiro da Silva, 25 anos, e não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. O passageiro teve escoriações e foi socorrido consciente. Os jovens são de Porto Velho. 
Fonte: RONDONIAVIP
  • GRAVÍSSIMO ACIDENTE NA BR 364 DEIXA UM MORTO E DOIS JOVENS DA CAPITAL FERIDOS
  • GRAVÍSSIMO ACIDENTE NA BR 364 DEIXA UM MORTO E DOIS JOVENS DA CAPITAL FERIDOS
  • GRAVÍSSIMO ACIDENTE NA BR 364 DEIXA UM MORTO E DOIS JOVENS DA CAPITAL FERIDOS

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Ex-presidente da Aleac, Félix Pereira, morre aos 83 anos em Rio Branco

Ex-presidente da Aleac, Félix Pereira, morre aos 83 anos em Rio Branco
Nascido no município de Xapuri em 14 de janeiro de 1930, Félix Pereira foi eleito deputado estadual pela primeira vez no pleito de 15 de novembro de 1978
Félix do Vale Pereira estava internado no Huerb/Foto: Internet
Félix do Vale Pereira estava internado no Huerb/Foto: Internet
A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Acre comunica com pesar o falecimento do ex-deputado e ex-presidente da Casa, Félix do Vale Pereira, ocorrido às 18h desta quinta-feira (18), no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Nascido no município de Xapuri em 14 de janeiro de 1930, Félix Pereira foi eleito deputado estadual pela primeira vez no pleito de 15 de novembro de 1978, pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), com 1.812 votos, integrando a 5ª legislatura (1979 a 1982).

Nesse período foi eleito presidente da Mesa Diretora da Aleac para o biênio 1979-1980. Posteriormente, foi eleito 3º secretário para o biênio 1981-1982.

Na eleição de 15 de novembro de 1982, foi reeleito pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) com 1.652, integrando a 6ª legislatura (1983 a 1986), período durante o qual foi eleito primeiro-secretário da Mesa Diretora para o biênio 1984-1985 e depois terceiro-secretário para o biênio 1985-1986.

Em 15 de novembro foi novamente eleito deputado estadual pelo PMDB, com 1.776, iniciando a 7ª legislatura (1987 a 1990).

Félix Pereira foi presidente da Assembleia Estadual Constituinte do Estado do Acre, no período de 1987 a 1990.

A Mesa Diretora da Assembleia e todos os deputados estaduais externam à família enlutada e amigos os mais sinceros pêsames pela perda desta ilustre figura pública que muito contribuiu para com o Estado do Acre.
Fonte:

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Acre perde o seu maior seresteiro: Auricélio Guedes está morto

05/04/2013 17:57
Acre perde o seu maior seresteiro: Auricélio Guedes está morto
O corpo do cantor acreano será velado da capela São João Batista, ao lado da TV Gazeta.
Gina Menezes, da Agência ContilNet
Foi confirmada, oficialmente, por volta das 14:20 horas desta sexta-feira (5), a morte de Auricélio Guedes, cantor acreano de 76 anos. Ele foi a óbito na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital das Clínicas, onde estava há cerca de dois meses após sofrer um infarto.

Bastante abalada, a empresária acreana Ademildes Maria, dona da  casa de festas Saudosa Maloca, afirmou em entrevista à Agência ContilNet que o Acre perdeu um dos seus maiores talentos.

Auricélio Guedes faleceu nesta sexta-feira (5)/Foto: Internet
Auricélio Guedes faleceu nesta sexta-feira (5)/Foto: Internet
“Perdemos a garganta de ouro do Acre. Auricélio era o dono da voz que cantava e encantava corações apaixonados daqui”, afirmou.

Ademildes, amiga bastante próxima de Auricélio, afirmou que há 19 anos eles trabalhavam juntos, sendo que há 15 ele embalava os bailes da famosa Saudosa Maloca. “Vai deixar bastante saudade”, afirmou.

O corpo do cantor acreano será velado da capela São João Batista, ao lado da TV Gazeta.