quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Incêndio nas proximidades do Mercado Elias Mansur destrói 10 estabelecimentos, em Rio Branco

Postado em 11 de dezembro de 2013

Incêndio nas proximidades do Mercado Elias Mansur destrói 10 estabelecimentos, em Rio Branco

Gleydison Meirelles, Luciano Tavares e Jairo Carioca, de ac24horas - Rio Branco, AC
Foto willian_3
Um dia de pânico para os comerciantes da beira do Rio Acre, atrás do Camelódromo (Mercado Municipal Aziz Abucater). O incêndio, que começou por volta das 14h, destruiu, em poucos minutos,  toda a área onde estavam localizados uma bicicletaria, o comercial Beira Rio e vários bares conhecidos como “inferninho”. Nem mesmo o saudoso “Priquitim”, prostibulo frequentado pela boêmia da cidade escapou do fogo.
2013-12-11 15.02.31
Segundo informações da Polícia Militar o incêndio começou dentro de um bar que também serve como casa de prostituição. Um cliente teve a sua carteira furtada e ameaçou atear fogo no estabelecimento caso o dono do local não se responsabilizasse. Minutos depois o homem retornou e cumpriu com a ameaça.
Encêndio, foto Adonay Melo 5
Mais de 10 estabelecimentos de madeira foram tomados pelas chamas. Uma Casa Agropecuária que funciona no local explodiu. Cerca de 50 homens da PM, Bombeiros e da Defesa Civil foram acionados para conter as chamas. A área foi isolada entorno dos dois mercados.
O desespero foi grande. Bombeiros demoraram mais de duas horas para controlar as chamas que ameaçavam atingir outros estabelecimentos.
PRINCIPAL SUSPEITO DE CAUSAR O INCÊNDIO
Um homem moreno, de estatura mediana e aparentando pouco mais de 40 anos é o principal suspeito de ter ocasionado o incêndio.
De acordo com uma testemunha que estava no local, que se identificou pelo nome de Raimundo Braga, um homem teria contratado um programa de uma prostituta, mas foi roubado pela garota de programa. Revoltado. ele teria ateado fogo no colchão do quarto onde estava com a mulher, mas antes de dar inicio ao incêndio o desconhecido avisou ao dono do estabelecimento que caso o seu dinheiro não fosse devolvido ele incendiaria o local.
Após iniciar o fogo,  o homem teria pulado no Rio Acre e atravessado sentido Segundo Distrito. Policiais Militares que isolaram o local confirmaram que viram um homem pulando no rio no momento do incêndio.
PREFEITO ALMOÇAVA PRÓXIMO AO LOCAL DO INCÊNDIO
DSC_0639A pouco metros da confusão, o prefeito da capital Marcus Viana almoçava acompanhado de assessores. Ao tomar conhecimento do incêndio, o chefe da cidade acionou os bombeiros.
Dentro do Camelódromo foi colocado um cordão de isolamento para evitar a aproximação de curiosos dado o risco do incêndio.
“Eu estava almoçando no mercado e quando vi o que estava acontecendo. O mais importante agora é que as pessoas saiam do local ou não se aproximem por causa do risco. Porque o mais importante agora é a vida, é preservar a vida das pessoas”, disse Viana.
O prefeito, após concluir o trabalho de isolamento do local falou com a imprensa. Questionado sobre sua participação nos de isolamento do local do incêndio, Marcus Viana enfatizou que esse não era uma atitude de prefeito, mas de um cidadão que se preocupou com a segurança das pessoas que estavam no local por conta do sinistro.
“Essa não foi uma atitude do prefeito, mas sim de um cidadão que se solidariza com os comerciantes que perderam seu meio de vida e que se preocupou com as centenas de pessoas que estavam no local por conta do incêndio. Faria isso em qualquer situação, se posso ajudar não ficarei de braços cruzados”, ressaltou o prefeito.
MERCADO ELIAS MANSOUR É FECHADO
Por ordem do prefeito Marcus Viana (PT), o Mercado Elias Mansour e do Camelódromo tiveram suas portas fechadas. No final da tarde de desta quarta-feira, 11, equipes do Corpo de Bombeiros e da prefeitura realizaram o rescaldo do local.
2013-12-11 15.32.22
Peritos e Policias Militares estão local tentando apurar a causa do incêndio.
AJUDA DE VOLUNTÁRIOS
2013-12-11 15.12.29O comandante das guarnições do Corpo de Bombeiros que atenderam a ocorrência de incêndio na tarde desta quarta-feira (11), Major Eudemir, afirmou que o trabalho dos voluntários foi essencial para que o sinistro não atingisse proporções ainda maiores.
Segundo o oficial, as primeiras iniciativas, principalmente de retirar parte das mercadorias, eletroeletrônicos e outros tipos de materiais que pudessem aumentar ainda mais o fogo foi primordial.
“Somos gratos aos voluntários que desde o principio do incêndio tiveram a iniciativa de ajudar que estava tendo seu estabelecimento invadido pelas chamas, a retirada de mercadorias, eletrônicos e eletrodomésticos, além de botijas de gás e outros matérias que contribuíssem para o aumento do fogo foi essencial”, disse o oficial.

Nenhum comentário: