terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Avião que levava dinheiro para Tabatinga faz pouso forçado no Quinari

05/12/2011 22:54
Avião que levava dinheiro para Tabatinga faz pouso forçado no Quinari
Além do piloto, mais três pessoas viajavam na aeronave, entre elas o co-piloto, Cassiano da Silva Ribeiro.
Da Redação da Agência ContilNet
O avião levava dinheiro para abastecer a agência do Banco do Brasil em Tabatinga/Fotos: Selmo Melo
O avião levava dinheiro para abastecer a agência do Banco do Brasil em Tabatinga/Fotos: Selmo Melo
Um avião bimotor da empresa Ortiz, que transportava dinheiro para o Branco do Brasil de Tabatinga, no Amazonas, fez um pouso forçado na tarde desta segunda-feira (5) na BR 317, que liga as Quatro Bocas na BR-364 à estrada do Quinari.

O piloto, Rene Galiatti, 36 anos de profissão, disse que ao perceber que não havia mais combustível no tanque da aeronave, pediu permissão para pousar na pista do aeroporto internacional de Rio Branco, mas a Infraero não permitiu.

“O avião não tinha combustível para retornar à Boca do Acre, então tive que procurar um lugar seguro para pousar”, disse o piloto, que desceu na estrada do Quinari e parou em frente a Zona de Processamento de Exportação (ZPE).

Além do piloto, mais três pessoas viajavam na aeronave, entre elas o co-piloto, Cassiano da Silva Ribeiro.  Todos saíram do incidente sem ferimentos.

Um comentário:

porto.net o fuxico disse...

Um deputado de Santa Catarina foi engolido por uma cobra Sucuri, na manhã desta quarta-feira (8), durante um passeio pelo Amazonas. De acordo com testemunhas, o deputado fazia um passeio de barco, bebia uísque e contava dinheiro de uma maleta, bastante feliz, quando foi surpreendido pela cobra. “Eu vi quando a cobra pegou, enrolou, e engoliu”, contou um pescador que estava próximo do local.

Após presenciar o ataque da sucuri contra o deputado, o pescador foi até uma comunidade buscar ajuda. Entretanto, ao invés de conseguir ajuda, conseguiu na verdade foi alavancar gargalhada do povo. “O povo começou a rir, e até bolaram no chão gargalhando, quando eu contei que o engolido foi um político”, disse o pescador ao repórter de G17.

A esposa do deputado foi informada do ocorrido na tarde de hoje. “Eu acho é pouco. Quem mandou ir esconder dinheiro no Amazonas”, disse a viúva.