quinta-feira, 21 de abril de 2011

SÍMBOLOS DA PÁSCOA.

Símbolos da Páscoa
Posted: 20 Apr 2011 10:23 PM PDT
A Semana Santa, também conhecida por "grande semana", é aquela que precede a Páscoa. Tem início no Domingo de Ramos e termina no tríduo pascal. É a última semana da Quaresma, ou seja, os 40 dias subseqüentes à quarta-feira de cinzas....


A Semana Santa possui celebrações com valores significativos para os católicos. São elas: Domingo de Ramos, Tríduo Pascal e Domingo de Páscoa.

A troca de ovos de chocolate no Domingo de Páscoa já se tornou uma tradição. Mas, os ovos são apenas um dentre os muitos Símbolos Pascais, como o coelho, a cruz, o cordeiro, o pão, o vinho e o círio.

A Semana Santa representa, para os católicos, um período de reflexão e renúncia a coisas mundanas, onde deve-se buscar a prática da caridade, do perdão e do amor fraterno, alcançando, assim, a paz espiritual.


Vamos conhecer um pouco mais sobre os “Símbolos Pascais”:

Cordeiro: O cordeiro relembra o sacrifício realizado pelos israelitas no primeiro dia da Páscoa, como símbolo da libertação do Egito. O sangue do cordeiro foi derramado sobre as casas dos judeus, livrando os primogênitos da praga que fora lançada. Este cordeiro era degolado no templo. Segundo o Novo Testamento, quando João Batista estava junto ao rio Jordão em companhia de alguns discípulos, avistou Jesus passando e apontou-o, dizendo: "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo".

Ovo: O ovo simboliza fertilidade e nova vida. Ofertar ovos significa desejar que a vida seja renovada. Na Europa, as tradições pascais incluem decoração de ovos cozidos e brincadeiras com ovos de Páscoa, como, por exemplo, a de rolá-los ladeira abaixo, o vencedor será ovo que chegar mais longe sem quebrar. Nos Estados Unidos, a brincadeira mais popular ligada à data ainda é a "caça ao ovo", onde ovos de chocolate são escondidos no quintal ou pela casa para serem descobertos pelas crianças na manhã de Páscoa. Em algumas cidades, a caça ao ovo é um evento da comunidade, sendo usada uma praça pública para esconder os ovinhos. Aqui no Brasil, o mais comum é as crianças montarem seus próprios ninhos de Páscoa, sejam de vime, madeira ou papelão, enchendo-os com palha, marcela ou barba de pau retirada das árvores. Os ninhos são deixados ao lado ou sob a cama, para que o coelhinho coloque doces e ovos de chocolate durante a madrugada de Páscoa. O fato é que a troca de ovos já se tornou uma tradição.

Coelho: É o símbolo da fertilidade por ser capaz de gerar grandes ninhadas muitas vezes por ano. Representa, portanto, a capacidade da igreja produzir, cada vez mais, novos discípulos, ou seja, a força fecunda de espalhar pelo mundo a mensagem de Cristo.


Pão e vinho: São os símbolos da Eucaristia. Na ceia do senhor, Jesus escolheu o pão e o vinho para dar vazão ao seu amor. Estes representam o seu corpo e sangue, que foram oferecidos aos seus discípulos para celebrar a vida eterna.

Cruz: A cruz mistifica todo o significado da Páscoa na ressurreição e também no sofrimento de Cristo. No Conselho de Nicea, em 325 depois de Cristo, Constantim declarou a cruz como símbolo oficial do cristianismo. Temos não somente um símbolo da Páscoa, mas um símbolo primordial da fé católica.

Círio Pascal: É representado por uma grande vela que deve ser acesa no Sábado Santo, logo no início da celebração da Vigília Pascal. Significa a luz que afugenta a treva do erro, da morte, do pecado. É o símbolo de Jesus ressuscitado. Após a bênção do fogo, acende-se nele o Círio. Faz-se a inscrição dos algarismos do ano em curso; depois se cravam cinco grãos de incenso, que lembram as cinco chagas de Jesus, além das letras "Alfa" e "Ômega", primeira e última letra do alfabeto grego, que significam o princípio e o fim de todas as coisas.

Nenhum comentário: