sábado, 11 de dezembro de 2010

Laser promete acabar com medo de operar próstata

Tecnologia faz com que cirurgia e recuperação sejam mais rápidas
Um laser verde, que não provoca cortes, promete acabar com o medo de operar a próstata. Mais rápido que o método tradicional, o Green Laser é uma forma de curar o adenoma, ou hipertrofia benigna da próstata (HBP), uma doença comum entre os homens: atinge pelo menos metade deles a partir dos 40 anos de idade e a incidência chega a 90% em pacientes com 80 anos.

A doença é caracterizada pelo aumento da glândula masculina e, se não for tratada, pode pressionar a bexiga, prejudicando as funções renais. Por meio do laser verde, a cirurgia corretiva dura 30 minutos, metade do tempo necessário no procedimento tradicional, e o paciente, que antes levava até três dias para se recuperar, agora não fica mais que 24 horas no hospital.

Paulo Rodrigues, urologista do Hospital 9 de Julho, diz que "o procedimento deve se tornar rotina". O médico Joaquim de Almeida Claro, coordenador do Hospital do Homem, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, explica que o laser age sobre a oxihemoglobina, uma substância presente na próstata.

– O laser evapora a substância, diminuindo o tamanho da próstata. Assim, temos maior controle sobre sangramentos.

Apesar de não curar o câncer de próstata, o laser verde pode ser usado para aliviar seus sintomas. Para Rafael Kaliks, oncologista do Hospital Albert Einstein, nesses casos é importante avaliar a necessidade de uma cirurgia.

– Como o tumor se desenvolve muito devagar, às vezes nem é necessário operar e basta aliviar os sintomas.
Fonte:

Nenhum comentário: