quarta-feira, 20 de maio de 2009

NEPOTISMO NA PMPA!!


Conforme foi noticiado ontem no jornal do Acre, pela TV ACRE, parece-me que existe uma abelhinha do ferrão grande e afiado, denunciando os casos de NEPOTISMO, que realmente existem na Prefeitura de Porto Acre. Vejam só: existe um secretário que deu emprego na mesma secretaria para um sobrinho(fato comprovado e consumado). Outros que existem terão de ser apurados, e o chefe da lei maior vem vindo por aí! Se segurem por que vem chumbo grosso!! É esperar para ver.
O STF (Supremo Tribunal Federal) aprovou nesta quinta-feira o texto da súmula vinculante (entendimento sobre o tema) que proíbe o nepotismo (contratação de familiares) nos três poderes: Judiciário, Executivo e Legislativo.

Pelo texto, ficou estabelecida a ampliação do conceito que trata do nepotismo cruzado e que envolve diretamente os parentes de autoridades e pessoas que ocupam cargos de chefia ou confiança. A ordem vale para familiares até 3º grau.

De acordo com a súmula, "a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até 3º grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou ainda de função gratificada da administração pública direta, indireta em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal".

Nesta quinta-feira(21), os ministros não mencionaram a exclusão da lista de contratações que indicam nepotismo, os cargos de ministro de Estado, secretários estaduais e municipais, além do Distrito Federal. Mas ontem excluíram essas situações.

O nepotismo cruzado é caracterizado pelo ato de políticos que pedem para amigos nomearem seus parentes. A decisão deve ser publicada em dez dias, quando a súmula passará a ter validade.


Fonte: Folha Online

quinta-feira, 14 de maio de 2009

E AGORA?.........


Sempre ele em confusão
O ex-prefeito de Xapuri Vanderlei Viana, sem dúvida, é um dos políticos mais contumazes em estripulias e em confusão para si e para os outros. Mesmo fora da prefeitura – e da vida pública -, ele deixou uma encrenca danada para o seu sucessor, o prefeito Bira. Antes de deixar a prefeitura, Viana, simplesmente, descontou de uma só vez todos os empréstimos consignados, deixando 64 servidores sem o direito de receber nada no final do mês. Desesperados, os funcionários que contraíram empréstimos estão apelando para o atual alcaide da cidade de Chico Mendes.

Bira
Para não deixar os servidores a ver navios, o prefeito Bira procurou a Caixa Econômica Federal, instituição que negociou os empréstimos, para tentar uma renegociação das dívidas, pois as contas dos servidores estão bloqueadas, eles nem recebem um níquel no final do mês. Bira espera descascar, ainda neste mês, o abacaxi que Vanderlei deixou. Esse Cotoco...
"bomdia@jornalatribuna.com.br"

CONDUÇÃO DE ANIMAIS NA AC-10.



Cónfuso, caótico, sem respeito, sem leis! Posso afirmar que é assim a condução
de animais na estrada AC-10, que liga Porto Acre à Rio Branco. Diuturnamente existem rebanhos sendo transferidos de uma fazenda para outra, e na maioria das vezes sem nenhum tipo de sinalização, pois o correto seria um sinalizador seguindo à frente do rebanho e outro atrás. O órgão competente deveria ser acionado, e por sua vez, fazer valer a lei que proibe a condução de animais quando não comtemplado pela legislação. Acidentes aconteceram e acontecerão, motivado pela negligência do condutor do rebanho e a grande falta de fiscalização do órgão competente. Como se não bastasse a condução de animais fora dos padrões legais, temos de esperar o momento que convém ao responsável pelo rebanho, para liberar a passagem dos veículos, que às vezes até formam filas de espera, para adentrar ao meio do rebanho, correndo sério risco de ter o veículo danificado etc. Os motoqueiros? Esses são os mais prejudicados, pois eles têm de se esconder no acostamento(inexiste no momento, foi tomado pelo mato), para não serem pisoteados, kkkk.

SECÇÃO I I I - CONDUÇÃO DE ANIMAIS

Artigo 99 - Regras gerais

1. A condução de animais agrupados deve fazer-se com observância das disposições seguintes:

a] Haverá um condutor para cada seis cabeças de gado cavalar, muar, bovino ou asinino; b) Os condutores de gado cavalar, muar ou asinino devem, sempre que possível, conduzir os animais pela arreata; c) O gado bravo deverá ser acompanhado de bois de cabresto e campino a cavalo; d] Os agrupamentos de animais não devem exceder 15 metros de comprimento e devem seguir separados entre si de, pelo menos 50 metros; e) O gado deve ser conduzido de maneira a ocupar apenas a via de trânsito mais à direita; f) A passagem de um agrupamento de gado por outro que transite em sentido oposto deverá fazer-se com a maior rapidez e, tanto quanto possível, fora dos cruzamentos, entroncamentos ou curvas de visibilidade reduzida.

2. O disposto no número anterior não é aplicável nos caminhos vicinais. 3. O transporte de arados poderá fazer-se colocando a relha sobre a canga e revestindo a extremidade do timão em contacto com o solo de tiras de borracha ou dispositivos equivalentes. 4. Quem infringir o disposto nos números anteriores será punido com coima de 5.000$00 a 25.000$00. 5. Serão punidos com coima de 5.000$00 a 25.000$00 os condutores de animais que os deixem vaguear por forma a impedir ou fazer perigar o trânsito, bem como os proprietários daqueles que habitualmente vagueiem nas vias públicas.

Artigo 100 - Trânsito em certas vias

1. Não é permitida, nas estradas, a condução de animais agrupados, sempre que hajam sido fixados outros itinerários em caminhos a utilizar para esse fim. 2. Pode proibir-se em regulamento o trânsito de animais em grupo em certas vias. 3. A entrada de gado na via pública deverá ser devidamente assinalada pelo respectivo condutor e, salvo autorização especial, deve fazer-se por caminhos ou serventias a esse fim destinados. 4. Quem infringir o disposto nos números anteriores será punido com coima de 5.000$00 a 25.000$00.

Artigo 101 - Iluminação

1. Sempre que, nos termos do artigo 59.º, seja obrigatória a utilização de dispositivo de sinalização luminosa, os condutores de animais devem levar uma lanterna de luz branca, visível em ambos os sentidos do trânsito. 2. O disposto no número anterior não se aplica aos cavaleiros, nem aos condutores de animais isolados ou em grupo que transitem em caminhos vicinais. 3. Quem infringir o disposto no n.º 1 será punido com coima de 5.000$00 a 25.000$00.

"http://pt.wikisource.org/wiki//Tit_II/Cap_IV" .




domingo, 10 de maio de 2009

ORLEIR CAMELI INICIA PAVIMENTAÇÃO DA ESTRADA DE BOCA DO ACRE


A construtora Colorado, do ex-governador Orleir Camlei, inicia neste mês a pavimentação dos 100 quilômetros da BR-317, no trecho amazonense Boca do Acre-Rio Branco. A conclusão da obra está prevista para dezembro deste ano. O governo do Amazonas deve pagar cerca de R$ 700 mil por quilômetro pavimentado.

O próprio empresário Orlei Cameli está em Boca do Acre para supervisionar o início da empreitada. Ele levou duas patrulhas mecanizadas, desde o dia primeiro de maio, para dar conta do cronograma estabelecido pelo governo do Amazonas.

Os materiais e insumos também já foram providenciados, e as obras começam sem nenhum tipo de problema, e contam ainda com o início do verão para facilitar a empreitada.

A empresa aguarda apenas a liberação da licença ambiental que deve acontecer esta semana, já que o próprio governador Eduardo Braga está empenhado, pessoalmente, na realização desta obra.

Segundo a construtora Colorado, a pavimentação da BR-317 em Boca do Acre vai gerar cerca de 250 empregos diretos, a maioria de mão de obra especializada. Para não faltar massa asfáltica, duas usinas estão sendo instaladas no município.

Os próprios engenheiros das empreiteiras estão entusiasmados com a constatação da existência de farto material de apoio no trecho a ser pavimentado. Uma variedade de piçarra no local vai facilitar a execução da obra.

A prefeita Dorinha, de Boca do Acre, prometeu apoio para facilitar o andamento das obras. Em contrapartida a construtora vai reservar parte dos empregos para os moradores da cidade que estão desempregados.

O governador Eduardo Braga deve assinar, em solenidade a ser realizada na prefeitura local, a ordem de serviço para o início das obras. A solenidade deve contar também com a presença do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Segundo fontes oficiais do governo do Amazonas, as obras de construção do Porto de Boca do Acre devem ser adiadas para que os investimentos sejam feitos em obras mais imediatas, como saneamento e energia, no município de Boca do Acre.
"jornalatribuna"

Mãe carinhosa, mãe dengosa
Mãe amiga, mãe irmã
Mãe sem ter gerado é a mãe de coração

Mãe solidão,
Mãe de muitos, mãe de poucos
Mãe de todos nós, Mãe das mães
Mãe dos filhos
Mãe-pai: duas vezes mãe

Mãe lutadora e companheira
Mãe educadora, mãe mestra
Mãe analfabeta, sábia mãe
Mãe dos simples e dos pobres
Mãe dos que nada têm e dos que tudo têm
Mãe do silêncio, mãe comunicação

Mãe dos doentes e dos sãos
Mães dos que plantam e dos que colhem
Mãe de quem nada fez e de quem compra feito

Mãe de quem magoou e de quem perdoou
Mãe rica, mãe pobre
Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram
Mãe dos guerreiros e dos guerreados

Mãe que sorri, mãe que chora
Mãe que abraça e afaga
Mãe presente, mãe ausente
Mãe do sagrado, mãe da luz
Mãe de Jesus e mãe nossa.

Mãe, simplesmente mãe.

"www.comamor.com.br"