terça-feira, 29 de julho de 2008

FEDERAIS JÁ CUMPRIRAM 13 DOS 15 MANDADOS DA OPERAÇÃO CAPRICÓRNIO


A Polícia Federal cumpriu a primeira parte da operação Capricórnio com sucesso. Dos 15 mandados judiciais expedidos pelo Juízo da 1a Vara Federal de Rio Branco 13 foram cumpridos até as 13 horas desta terça-feira pela equipe comandado pelo delegado federal Vagner Bezerra de Menezes. O objetivo da operação é desarticular uma organização criminosa com base no Acre e Bolívia especializada em tráfico de substâncias entorpecentes através do envio através do Sedex, dos Correios. O bando que atuava com ele movimentou em dez meses quase 2 milhões de reais.Para dar uma aparência de legalidade às atividades relacionadas com o tráfico de drogas, "Cristiano" e o comparsa acreano "Nonato" instalaram uma empresa em Brasiléia, na fronteira do Acre com a Bolívia, que vinha sendo utilizada na lavagem de dinheiro proveniente do comércio ilegal de drogas.O nome da operação se deu pelo fato de “Cristiano” utilizar uma lan house ao lado do hotel Capricórnio na Bolívia, por achar que era totalmente seguro as negociações pela internet.Em Rio Branco foram presos:Dhunay da Silva Lima* Jean Carlos de Oliveira Freitas *Daniel Araújo Lima – "Daniel Cachorrinho" ou "das gatas"Antônio Raimundo de Lima – "Perna de lata" ou "Ciborg"*Já estavam presosEpitaciolândia:Gilberto Ferreira de Paiva Filho – "Gordo"Adriana Reis da Silva – esposa do "gordo" – esta era funcionaria do fórum de assis brasil, e movimentou em sua conta bancária mais de207.000 reais em m anoGeysa Silva de AquinoCleidiomar de Souza MeloReginaldo da SilvaClodoaldo da Silva – "Frangão"Porto Velho:Arlete Lopes de Araújo OliveiraKeila Samanta de Paula IsacksonOs suspeitos de epitaciolandia serão encaminhados a sede da Policia Federal em Rio Branco ainda esta tarde e os de Porto Velho chegarão amanhã pela manhã.Jean Carlos de Oliveira Freitas foi apontado como o líder do bando. Ele era foragido do estado de Rondônia, conhecido também como "Cristiano" e "Castanheira".
"O ESTADODOACRE''

Nenhum comentário: