terça-feira, 10 de junho de 2008

MATANDO NOSSA LÍNGUA


Há os analfabetos, semi-analfabetos e os preguiçosos. Mas quando se trata de escrever, temos que observar qual o tipo de delito foi cometido. Neste caso, somente deve-se procurar qual artigo foi infrigido, e aplicar a pena. Se temos um grande número de analfabetos em nosso país, podemos debitar boa parte aos semi-analfabetos!Isto posto, deve-se aos erros gritantes que existem por aí. Encontramos nos mais diversos tipos de letreiros, tornando-se um elo entre os analfabetos e os semi-analfabetos. Quando a grafia da palavra é desconhecida, temos a grande máxima em jogo "a primeira imagem é a que fica", fica gravada no ( disco rígido) do cérebro, e sempre será lembrada no ato de por em prática. Caro leitor, não fique estarrecido com a foto do texto, pois no nosso cotidiano, é comum vermos erros dos mais variados tipos, e por não conhecermos, eles serão computados no (disco rígido), i quandu nóis vamus iscrever, tacamus us errus pruzotos leri i iscrever novamente erradu, virandu um á bola di nevi de grafia imperfeita.

Nenhum comentário: